Mountain (um conto de Cixin Liu)

Imagine um escalador de montanhas, um alpinista (apesar de haver mais montanhas além dos Alpes), que escala uma montanha de água para ouvir uma civilização extraterrestre contar estórias da sua história. História composta pelas estórias de como construiu o seu conhecimento cientifico e desenvolveu a sua conceção do universo, a sua mundividência. Estórias das suas guerras históricas, das nações que daí nasceram e do conhecimento qu51nAuCzwQ8Le construíram. Nesse contar de estórias, os alienígenas deixam transparecer toda uma epistemologia e uma sociologia da ciência estranhamente semelhante à nossa. A evolução das suas mundividências, construídas a partir das perceções imediatas do local onde estas formas de vida surgiram e desenvolveram inteligência, até à chegada a um universo exterior (e infinito?!). As previsões teóricas confirmadas e as refutadas… todo um cânone epistémico desenvolvido com base no respeito empírico e na adequação das teorias ao real.

Foi o que fez Cixin Liu, no seu pequeno conto Mountain, publicado em inglês em 2012, em formato kindle, mas que passou a ser parte integrante do livro de contos The Wandering Earth, em 2016.

Liu desenvolve neste conto uma profunda reflexão sobre a natureza do conhecimento científico analisada pelas lentes de uma civilização alienígena que foi capaz de aprender as línguas terrestre

s através da informação contidas nas ondas eletromagnéticas usadas na transmissão de som e imagem. O mais interessante, porém, é a analítica do percurso racional que, dos pontos de vista processual e dos saberes produzidos, é idêntico ao dos humanos, ainda que esta civilização tenha partido de uma situação profundamente diferente da nossa. Igualmente brilhante é perceber, já no final do conto, como as conceções primordiais da civilização extraterrestre, continua a influenciar a sua mundividência e a construção de ideias e teorias sobre o universo desconhecido.

The Wandring Earth, é o nome do primeiro dos contos, que o emprestou para titular o livro de Cixin Liu. Em The Wandering Earth, Liu conta-nos a história dramática de um planeta – a Terra – que se vê forçado a abandonar a sua estrela. O Sol atingiu o ponto do diagrama de Hertzsprung–Russell em que a exaustão do hidrogénio no seu núcleo irá provocar uma explosão de hélio que o transformará numa gigante vermelha e destruirá os quatro plantas rochosos que o orbitam. Só a fuga, por mais desesperada e insana que pareça, poderá salvar civilização terrestre

Uma obra a não perder, para os amantes da ficção científica.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s